Alunos do 2º ano EF visitam o Teatro Coliseu em Santos


Quem vai ao teatro assistir a um concerto, uma encenação, um espetáculo de dança não tem ideia do que existe além daquele palco iluminado nem das pessoas que trabalham nos bastidores, um espaço de acesso restrito e que poucos têm o privilégio de visitar. Integrantes desse rol, os alunos do 2º ano do Ensino Fundamental descobriram como é o Teatro Coliseu por trás das cortinas vermelhas, ciceroneados pelo coordenador do equipamento Alexandre Alves de Oliveira.

Por que visitar o Coliseu? Após estudarem algumas instituições culturais da região, como museus, parques, pinacoteca entre outros no projeto Mapeamento Cultural, os estudantes precisavam escolher um deles para visitar. O maior teatro de Santos, com cerca de 560 metros quadrados e quase 900 lugares disponíveis para os espectadores, foi o eleito.

Os liceístas foram recebidos pela mesma entrada por onde chegam artistas e produtores dos espetáculos. Começaram a visita pelo palco, observando todo o entorno do teatro, em seus quatro pavimentos. Poltronas na plateia, frisas, camarotes, poltronas do balcão, galerias do foyer, janelas em arco, camarins, hall, chapelaria, bilheteria, cafeteria, iluminação, o piso em mármore, pilastras, decoração.

História

O Teatro Coliseu foi construído em 1897 e ganhou as características atuais em 1924. Após longo período de abandono, iniciou-se uma reforma que durou dez anos, de 1996 a 2006, quando retomou suas atividades. Novas obras em 2013 deixaram-no inativo por um ano. Foi reaberto, totalmente restaurado, em março de 2014.