Liceu Santista festeja 116 anos no Santuário de Aparecida


Quem pôde ir ao Santuário de Aparecida no dia 4 de agosto para celebrar os 116 anos de fundação do Liceu Santista, voltou com o coração cheio de alegria, de fé renovada, de confiança no amor e na proteção de Nossa Senhora.

“Revivemos momentos de louvor, de agradecimento pelas graças alcançadas e renovamos nossos pedidos por um mundo mais humano, mais fraterno, mais solidário”, disse o coordenador de Pastoral Sérgio Pereira Nogueira Júnior.

Após assistirem à celebração, presidida pelo bispo diocesano Dom Tarcísio Scaramussa, SDB, as famílias liceístas visitaram o Santuário, partilhando momentos de oração e de reflexão.

O Santuário de Nossa Senhora da Conceição Aparecida é o maior Santuário no mundo dedicado a Maria, Mãe de Deus. Está localizado no Vale do Paraíba, entre as duas das cidades mais importantes do País, São Paulo e Rio de Janeiro. Por esse vale corre o rio Paraíba, onde foi encontrada a imagem de Nossa Senhora em outubro de 1717.

Momentos de fé

No Santuário Nacional existe um espaço especial para que os devotos possam acender suas velas em pedido ou agradecimento pelas graças recebidas por intercessão da Mãe Aparecida.

As velas são uma demonstração de fé e piedade das pessoas que vêm de todo o Brasil prestar sua homenagem à padroeira. Na Capela, a decoração remete à passagem bíblica da Sarça Ardente, quando Deus apareceu a Moisés em forma de fogo que não consumia o arbusto, ordenando que ele fosse ao Egito libertar o povo da escravidão.

Nicho

Passagem obrigatória para os fiéis que visitam o Santuário, o trono de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, “vestida de Sol”, é um nicho com detalhes em pastilhas de porcelana, pintadas a ouro. Em seu interior, há detalhes simbólicos da ‘pesca milagrosa’, momento em que a imagem foi encontrada pelos três pescadores, nas águas do Rio Paraíba.

Sala das Promessas

Os devotos de Nossa Senhora Aparecida vêm ao Santuário Nacional para pedir e agradecer por graças recebidas. A Sala das Promessas foi feita para receber todo tipo de agradecimento, como objetos, fotos, cartas e testemunhos de fé. Também conhecida como “Sala dos Milagres”, é o segundo lugar mais visitado do Santuário. Na Sala, há cerca de 70 mil fotografias em exposição.